Este cartunista fez uma releitura de “Guernica” para a guerra civil da Síria

“Guernica”, de Pablo Picasso, é uma das pinturas mais famosas do mundo.

"Guernica", de Pablo Picasso, é uma das pinturas mais famosas do mundo.

Pablo Picasso / en.wikipedia.org

Pintado em 1937, o mural foi criado em resposta ao bombardeio da cidade espanhola de Guernica durante a Guerra Civil Espanhola, que ocorreu entre 1936 e 1939.

O bombardeio foi feito por aviões nazistas e fascistas a pedido dos nacionalistas espanhóis.

Agora, um artista fez uma releitura da famosa pintura para a guerra na Síria.

Agora, um artista fez uma releitura da famosa pintura para a guerra na Síria.

Vasco Gargalo

O governo do ditador Bashar Al-Assad e as forças rebeldes vêm lutando pelo controle da cidade de Aleppo, antiga capital econômica do país, desde junho. A guerra, por sua vez, teve início em 2011.

A releitura foi batizada de “Alepponica” pelo artista português Vasco Gargalo, que tem 39 anos e vive em Vila Franca de Xira.

A releitura foi batizada de "Alepponica" pelo artista português Vasco Gargalo, que tem 39 anos e vive em Vila Franca de Xira.

Vasco Gargalo

Gargalo disse ao BuzzFeed News que, quando decidiu criar uma obra sobre a situação na Síria, escolheu como referência “Guernica” porque essa seria “a forma mais imediata de passar a mensagem”.

Gargalo disse ao BuzzFeed News que, quando decidiu criar uma obra sobre a situação na Síria, escolheu como referência "Guernica" porque essa seria "a forma mais imediata de passar a mensagem".

Vasco Gargalo

“Sempre quando eu penso em guerra civil, penso em ‘Guernica’, a pintura mais famosa no mundo sobre esse assunto.”

Gargalo disse que buscou respeitar a obra original, mas adicionou à sua releitura seu próprio estilo, que é a caricatura.

Gargalo disse que buscou respeitar a obra original, mas adicionou à sua releitura seu próprio estilo, que é a caricatura.

Vasco Gargalo

O touro à esquerda representa o presidente da Rússia, Vladimir Putin.

O touro à esquerda representa o presidente da Rússia, Vladimir Putin.

Vasco Gargalo

Uma mulher e seu filho aparecem abaixo dele, enquanto aviões russos são vistos no canto superior esquerdo.

Uma pomba fica abaixo da lâmpada, e o cavalo representa o presidente dos EUA, Barack Obama.

Uma pomba fica abaixo da lâmpada, e o cavalo representa o presidente dos EUA, Barack Obama.

Vasco Gargalo

O braço que segura uma arma simboliza a resistência síria da cidade de Aleppo, segundo Gargalo.

O crânio no chão representa a morte de civis.

O homem à direita representa o ditador sírio, Bashar al-Assad.

O homem à direita representa o ditador sírio, Bashar al-Assad.

Vasco Gargalo

Abaixo de Assad, está a representação de um refugiado, uma mulher segurando um bebê e uma maleta com a bandeira da União Europeia.

Gargalo disse que a figura obscura no fundo, com um cinto de explosivos, simboliza a facção terrorista Estado Islâmico. Já o barril de petróleo, “os interesses de uma guerra que existe sem explicação e que não tem previsão para acabar”.

Gargalo disse que, quando ele era pequeno, havia uma réplica de “Guernica” pendurada na sala de jantar de sua casa.

Gargalo disse que, quando ele era pequeno, havia uma réplica de "Guernica" pendurada na sala de jantar de sua casa.

Vasco Gargalo

Ele disse que sempre ficou intrigado pela “representação das figuras, das formas, do sofrimento, do conflito e da guerra” no quadro.

Ele disse que sempre ficou intrigado pela "representação das figuras, das formas, do sofrimento, do conflito e da guerra" no quadro.

Vasco Gargalo

Ele finalmente viu o original de Picasso em 2010, quando visitou o Museo Reina Sofia, em Madri, na Espanha.

Ele finalmente viu o original de Picasso em 2010, quando visitou o Museo Reina Sofia, em Madri, na Espanha.

Vasco Gargalo

Ele disse que ficou observando o quadro por mais de uma hora.

Ele disse que ficou observando o quadro por mais de uma hora.

Vasco Gargalo

“Naquele momento, eu experimentei várias sensações — o sentimento de indignação para com o bombardeio da pequena vila espanhola, as figuras modernistas e cubistas, os animais em angústia”, disse ele.

"Naquele momento, eu experimentei várias sensações — o sentimento de indignação para com o bombardeio da pequena vila espanhola, as figuras modernistas e cubistas, os animais em angústia", disse ele.

Vasco Gargalo

“O sofrimento do povo sírio não é diferente.”

"O sofrimento do povo sírio não é diferente."

Vasco Gargalo